Construção e Validação de Instrumento sobre o uso de Anticoncepcional Hormonal Oral

Palabras clave: Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde, Anticoncepcionais Orais, Saúde Sexual e Reprodutiva, Estudo de Validação

Resumen

Resumo

 Introdução: Os anticoncepcionais hormonais orais estão entre os métodos contraceptivos mais utilizados pelas mulheres, quando usado corretamente apresenta grande eficácia, mas para o uso adequado é fundamental que elas tenham conhecimentos e atitudes adequadas sobre eles. Objetivo: Construir e validar um inquérito para avaliar os conhecimentos, atitudes e prática sobre o uso de anticoncepcional hormonal oral. Métodos: Estudo metodológico, que aconteceu em duas etapas: construção do inquérito e validação por juízes especialistas. A análise da validade de conteúdo foi realizada por meio do Índice de Validade de Conteúdo (IVC). Os juízes avaliaram cada item individualmente, com relação à clareza da linguagem, à pertinência prática e à relevância teórica. A pesquisa foi aprovada por Comitê de Ética em Pesquisa. Resultados: Na revisão integrativa da literatura, 34 publicações foram selecionadas e a análise delas permitiu a identificação das três categorias: conhecimentos, atitudes e prática quanto ao uso de anticoncepcionais hormonais orais, o que levou à construção do inquérito com 34 questões. Quanto ao IVC, grande parte das questões obteve valor superior a 0,8 (80,0%), o qual foi utilizado como parâmetro. Sobre o IVC total por juiz, em 10 (83,3%) deles se observou também valor superior a 0,8. Já o IVC total do inquérito foi de 0,86. Conclusões: O inquérito construído mostrou-se ser um instrumento válido para se obter um diagnóstico situacional dos níveis de conhecimentos, de atitudes e prática de uma dada população que faz uso de anticoncepcionais orais.

Como citar este artigo: Santos, Francisco de Assis Viana dos; Ventura, Alice de Sousa; Castro, Amanda Bastos de; Furtado, Angelina Monteiro; Nogueira, Jéssica de Menezes; Penha, Jardeliny Corrêa da. Construção e Validação de Instrumento sobre o uso de Anticoncepcional Hormonal Oral. Revista Cuidarte. 2020;12(3):e1970. http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.1970

 

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Francisco de Assis Viana dos Santos, Universidade Federal do Piauí

Acadêmico do Curso de Enfermagem do Campus Amílcar Ferreira Sobral, da Universidade Federal do Piauí. Membro do Grupo de Pesquisas e Estudos sobre Violência e Saúde Sexual e Reprodutiva.

Alice de Sousa Ventura, Universidade Federal do Piauí

Acadêmica do Curso de Enfermagem do Campus Amílcar Ferreira Sobral, da Universidade Federal do Piauí. Membro do Grupo de Pesquisas e Estudos sobre Violência e Saúde Sexual e Reprodutiva.

Amanda Bastos de Castro, Universidade Federal do Piauí

Acadêmica do Curso de Enfermagem do Campus Amílcar Ferreira Sobral, da Universidade Federal do Piauí. Membro do Grupo de Pesquisas e Estudos sobre Violência e Saúde Sexual e Reprodutiva.

Angelina Monteiro Furtado, Universidade Federal do Piauí

Mestre em Cuidados Clínicos em Enfermagem. Docente do Curso de Enfermagem do Campus Amílcar Ferreira Sobral, da Universidade Federal do Piauí. Membro do Grupo de Pesquisa Interdisicplinar em Ciências da Saúde.

Jéssica de Menezes Nogueira, Universidade Federal do Piauí

Doutora em Enfermagem. Docente do Curso de Enfermagem do Campus Amílcar Ferreira Sobral, da Universidade Federal do Piauí. Membro do Grupo de Pesquisa Interdisicplinar em Ciências da Saúde.

Jardeliny Corrêa da Penha, Universidade Federal do Piauí

Doutora em Enfermagem. Docente do Curso de Enfermagem do Campus Amílcar Ferreira Sobral, da Universidade Federal do Piauí. Líder do Grupo de Pesquisas e Estudos sobre Violência e Saúde Sexual e Reprodutiva.

Citas

Organización Panamericana de la Salud (OPS). Facultad de Salud Pública Bloomberg de Johns Hopkins/Centro para Programas de Comunicación (CCP). Planificación familiar: Un manual mundial para proveedores. Baltimore y Washington: CCP y OPS. 2019. https://iris.paho.org/handle/10665.2/51918

Giglio MRP, Melo GP, Ferreira, VG, Albernaz MA, Ribeiro MO. Conhecimentos dos Médicos Residentes de Ginecologia e Obstetrícia sobre Contracepção Hormonal em Situações Especiais. Rev. Bras. Educ. Méd. 2017. 41(1):69-78. https://doi.org/10.1590/1981-52712015v41n1rb20160023

Pereira AR, Seixas L, Souza D. 50 Anos de pílula anticoncepcional: a enfermagem resgatando uma história de sucesso. Anais da 3ª Jornada Interdisciplinar em Saúde; 2010; Rio Grande do Sul; Brasil. Santa Maria (RS): Ed. Universitária Uniafra. 2010.

Brandt GP, Oliveira APR, Burci LM. Anticoncepcionais hormonais na atualidade: um novo paradigma para o planejamento familiar. Revista Gestão & Saúde. 2018. 18(1):54-62. https://www.herrero.com.br/files/revista/fileffb43b6252282b433e193bacf91d43f7.pdf

Araújo ABR, Parreira AM, Valadares CDA, Tourinho CA, Pinto PV. Anticoncepcionais hormonais contando apenas progestágenos e seus principais efeitos. Braz. J. Surg. Clin. Res. 2016. 15: 75-81. https://www.repositorio.ufop.br/bitstream/123456789/6688/1/ARTIGO_AnticoncepcionaisHormonaisContendo.pdf

Pletzer BA, Kerschbaum HH. 50 years of hormonal contraception time to find out, what it does to our brain. Front Neurosci. 2014. 8:256. https://doi.org/10.3389/fnins.2014.00256

Nações Unidas no Brasil. Cerca de 79% das brasileiras usaram métodos contraceptivos em 2015, informa ONU. Brasília (DF): Nações Unidas no Brasil. 2016. https://brasil.un.org/pt-br/72104-cerca-de-79-das-brasileiras-usaram-metodos-contraceptivos-em-2015-informa-onu

Almeida APF, Assis MM. Efeitos colaterais e alterações fisiológicas relacionadas ao uso contínuo de anticoncepcionais hormonais orais. Rev. Eletrôn. Atualiza Saúde. 2017; 5(5): 85-93. http://atualizarevista.com.br/wp-content/uploads/2017/01/efeitos-colaterais-e-altera%C3%A7%C3%B5es-fisiol%C3%B3gicas-relacionadas-ao-uso-cont%C3%ADnuo-de-anticoncepcionais-hormonais-orais-v-5-n-5.pdf

Santos ACF, Reis TM, Oliveira VCC, Nogueira DS, Barros EJ, Mota RM, et al. Conhecimento das adolescentes sobre anticoncepcionais orais em uma escola de ensino médio do município de Amorinópolis – GO. Revista Faculdade Montes Belos (FMB). 2015; 8(4): 77-98. http://revista.fmb.edu.br/index.php/fmb/article/view/180

Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável ODS. Brasília: PDNU Brasil; 2019. Disponível em: http://www.pnud.org.br/ods.aspx

Alves AS, Lopes MHBM. Conhecimento, atitude e prática do uso de pílula e preservativo entre adolescentes universitários. Rev. Bra. de Enfer. 2008. 61(1):170-177. https://doi.org/10.1590/S0034-71672008000100002

Warwick DP, Lininger CA. The sample survey: Theory and practice. McGraw-Hill; 1975. https://psycnet.apa.org/record/1975-26562-000

Costa CC. Elaboração, validação e efeitos de intervenção educativa voltada ao controle da sífilis congênita. [Tese de doutorado] Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem. Universidade Federal do Ceará. Repositório Institucional UFC. 2016. http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/24460

Wordl Health Organization (WHO). A guide to developing knowledge, attitude and practice surveys. Geneva: WHO; 2008. https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/43790/9789241596176_eng.pdf

Ribeiro KFC, Moura MSSD, Brandão RGC, Nicolau AIO, Aquino PDS, Pinheiro AKB. Student nurses’ knowledge, attitude and practice regarding the papanicolaou examination. Texto contexto - enferm. 2013. 22(2): 460-67. https://doi.org/10.1590/S0104-07072013000200023

Medeiros LMF. Conhecimento, atitude e prática das mulheres sobre a prevenção do câncer do colo uterino: um estudo com mulheres do município de Icó, Ceará. [Dissertação de mestrado]. Faculdade de Medicina. Universidade Federal do Ceará. Repositório Institucional UFC. 2016. http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21793

Whittemore R, Knafl K. The integrative review: updated methodology. J Adv Nurs. 2005; 52(5): 546-53. https://onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1111/j.1365-2648.2005.03621.x

Aromataris E, Munn Z. Joanna Briggs Institute reviewer's manual. Adelaide: The Joanna Briggs Institute; 2017.

Ursi ES, Gavão CM. Prevenção de lesões de pele no perioperatório: revisão integrativa da literatura. [Dissertação de mestrado]. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto. Universidade de São Paulo. Rev Latino-am Enfermagem 2005. https://www.scielo.br/j/rlae/a/7hS3VgZvTs49LNX9dd85VVb/?lang=pt&format=pdf

Lo Biondo-Wood G, Haber J. Pesquisa em enfermagem: métodos, avaliação crítica e utilização. 4a ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. 2001.

Fehring RJ. Symposium on validation models: the Fehring model. ln: Carroll-Johnson RM, Paquette M. (Ed.). Classification of Nursing Diagnoses - Proceedings of the Tenth Conference. North American Nursing Diagnosis Association. Philadelphia: Lippincott, 1994. p.55-62.

Melo RP, Moreira RP, Fontenele FC, Aguiar ASC, Joventino ES, Carvalho EC. Critérios de seleção de experts para estudos de validação de fenômenos de enfermagem. Rev. Rene.2011. 12(2): 424-31. http://periodicos.ufc.br/rene/article/view/4254

Pasquali L. Psicometria: teoria e aplicação. Brasília: Ed. UnB. 1998.

Alexandre NMC, Coluci MZO. Validade de conteúdo nos processos de construção e adaptação de instrumentos de medida. Cien. Saude. Colet. 2011. 16(7): 3061-67. https://doi.org/10.1590/S1413-81232011000800006

Wynd CA, Schmidt B, Schaefer MA. Two quantitative approaches for estimating content validity. West. J Nurs Res. 2003. 25(5): 508-1803. https://doi.org/10.1177/0193945903252998

Summers S. Establishing the Reliability and Validity of a New Instrument: Pilot Testing. J Post Anesth Nurs. 1993; 8(2): 124-27. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/8501655/

Hyrkas K, Appelqvist-Schmidlechner K, OksA L. Validating an instrument for clinical supervision using an expert panel. Int J Nurs Stud. 2003. 40(6): 619-25. https://doi.org/10.1016/S0020-7489(03)00036-1

Norwood S. Research strategies for advanced practice nurses. Upper Saddle River (NJ): Prentice Hall Health; 2006. https://archive.org/details/researchstrategi0000norw

Grant JS, Davis LL. Selection and use of content experts for instrument development. Res Nurs Health. 1997. 20(3):269-74. https://doi.org/10.1002/(SICI)1098-240X(199706)20:3<269::AID-NUR9>3.0.CO;2-G

Sabino LMM. Cartilha educativa para promoção da autoeficácia materna na prevenção da diarreia infantil: elaboração e validação. [Dissertação de mestrado]. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem. Universidade Federal do Ceará. Repositório Institucional UFC. 2016. http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/15638

Malta EFGD. Fatores relacionados à prática inadequada do exame Papanicolau por mulheres do interior do Ceará. [Dissertação de mestrado]. Rede Nordeste em Saúde da Família, Universidade Federal do Ceará. Repositório Institucional UFC. 2014. http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8954

Nicolau AIO. Conhecimento, atitude e prática de presidiárias quanto ao uso do preservativo masculino e feminino. [Dissertação de mestrado]. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem. Universidade Federal do Ceará. Repositório Institucional UFC. 2010. http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1917

Silva NCS, Thomaz APS, Melo JA, Martins SBM. Interações medicamentosas com contraceptivos hormonais orais. Única Cadernos Acadêmicos. 2017; 3(3). http://co.unicaen.com.br:89/periodicos/index.php/UNICA/article/view/57/51

Patricio TC, Barbosa FG. Revisão bibliográfica: interações medicamentosas entre antibióticos e anticoncepcionais. Braz. Jou.l of Sur. and Clin. Res. 2019. 25(2):144-149. https://www.mastereditora.com.br/periodico/20190103_220623.pdf

Figueiredo AS, Moreira TMM, Mota CS, Oliveira RS, Gomes ILV. Creation and validation of a health guidance booklet for family members of children with sickle cell disease. Esc. Anna Nery. 2019. 23(1): 1414-8145. https://doi.org/10.1590/2177-9465-ean-2018-0231

Santos MP, Farre AGMC, Sousa LB. Preparation and validation of contents concerning the use of preservatives. Rev enferm UFPE. 2019. 13(5):1308-16. https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/238528/32245

Echer IC. Elaboração de manuais de orientação para o cuidado em saúde. Rev. Latino-Americana de Enfermagem. 2005;13(5):754-57. https://doi.org/10.1590/S0104-11692005000500022

Américo CF. Efeitos de intervenções voltadas à promoção do uso consistente de anticoncepcional oral combinado. [Tese de doutorado]. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem. Universidade Federal do Ceará. Repositório Institucional UFC. 2014. http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8562

Valente MMQP. Efeitos de uma intervenção de Enfermagem voltada à promoção dos métodos dos dias fixos. [Tese de doutorado]. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem. Universidade Federal do Ceará. Repositório Institucional UFC. 2014. http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/8597

HaynesMC, Ryanb N, Salehc M, Winkela AF, Adesa V. Contraceptive Knowledge Assessment: validity and reliability of a novel contraceptive research tool. Contraception. 2017;95:190–197. https://www.contraceptionjournal.org/article/S0010-7824(16)30404-8/fulltext

Publicado
2021-09-10
Cómo citar
1.
Santos F de AV dos, Ventura A de S, Castro AB de, Furtado AM, Nogueira J de M, Corrêa da Penha J. Construção e Validação de Instrumento sobre o uso de Anticoncepcional Hormonal Oral. Rev Cuid [Internet]. 10 de septiembre de 2021 [citado 28 de septiembre de 2021];12(3). Disponible en: https://revistas.udes.edu.co/cuidarte/article/view/1970
Sección
Artículos de Investigación