Estrutura e vínculos de uma família após infarto agudo do miocárdio

Autores/as

  • Raquel Pötter Garcia Universidade Federal de Pelotas.
  • Maria de Lourdes Denardin Budó Universidade Federal de Santa Maria.
  • Aline da Costa Viegas Universidade Federal de Pelotas.
  • Daniela Habekost Cardoso Universidade Federal de Pelotas.
  • Eda Schwartz Universidade Federal de Pelotas.
  • Rosani Manfrin Muniz Universidade Federal de Pelotas.

DOI:

https://doi.org/10.15649/cuidarte.v6i1.142

Palabras clave:

Familia, Relaciones Familiares, Infarto del Miocardio, Enfermería

Resumen

Introdução: Conhecer os vínculos e a estrutura de uma família após episódio de Infarto Agudo do Miocárdio. Materiais e Métodos: Pesquisa qualitativa e exploratória que representa um estudo de caso desenvolvido com uma das famílias participantes. A coleta de dados ocorreu no período de fevereiro a maio de 2012, por meio de observação no domicílio e entrevista com construção do genograma e ecomapa. A intensidade dos vínculos foi definida pela família conforme legenda do ecomapa. Resultados e Discussão: Trata-se de uma família que se encontra no estágio de saída dos filhos de casa, cujo pai apresentou infarto. Evidenciaram-se doenças familiares como hipertensão arterial e diabetes mellitus tipo II.  Detectou-se vínculos fortes com os familiares, filhos e vizinha; fracos com o ambulatório de cardiologia e conflituosos com vizinhos. Conclusões: Foi possível conhecer a estrutura e os vínculos de uma família, após um de seus integrantes ter vivenciado o infarto agudo do miocárdio. Dessa maneira, acredita-se que este trabalho pode fornecer subsídios e reflexões para a prática de profissionais que atuam com famílias que vivenciam o infarto em seu contexto. 

Cómo citar este artículo: Garcia R, Budó ML, Viegas A, Cardoso D, Schwartz E, Muniz R. Estrutura e vínculos de uma família após infarto agudo do miocárdio. Rev Cuid. 2015; 6(1): 991-8.

http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.v6i1.142

 

 

Biografía del autor/a

Raquel Pötter Garcia, Universidade Federal de Pelotas.

Enfermeira. Mestre em Enfermagem. Doutoranda em Ciências do Programa de Pós-Graduaçao em Enfermagem da Universidade Federal de Pelotas.

Maria de Lourdes Denardin Budó, Universidade Federal de Santa Maria.

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Docente do Curso de Enfermagem e Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Maria.

Daniela Habekost Cardoso, Universidade Federal de Pelotas.

Enfermeira. Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal de Pelotas.

Eda Schwartz, Universidade Federal de Pelotas.

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Docente da Faculdade de Enfermagem e do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Pelotas.

Rosani Manfrin Muniz, Universidade Federal de Pelotas.

Enfermeira. Doutora em Enfermagem. Docente da Faculdade de Enfermagem e do Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Pelotas.

Descargas

Publicado

2015-05-15

Cómo citar

1.
Garcia RP, Budó M de LD, Viegas A da C, Cardoso DH, Schwartz E, Muniz RM. Estrutura e vínculos de uma família após infarto agudo do miocárdio. Revista Cuidarte [Internet]. 15 de mayo de 2015 [citado 19 de junio de 2024];6(1):991-8. Disponible en: https://revistas.udes.edu.co/cuidarte/article/view/142

Altmetrics

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Artículos más leídos del mismo autor/a