Cuidados com o acesso vascular para hemodiálise: revisão integrativa

Palabras clave: Adulto, Diálise Renal, Fístula Arteriovenosa, Cateteres Venosos Centrais, Cuidados de Enfermagem

Resumen

Introdução: As complicações relacionadas ao acesso vascular para hemodiálise podem resultar em intervenções complexas, contudo, cuidados adotados pelos profissionais de saúde e pacientes adultos podem evitá-las. Objetivou-se analisar a produção científica acerca dos cuidados com acessos vasculares utilizados na hemodiálise para elaboração do conteúdo de uma cartilha educativa voltada ao autocuidado do paciente. Método: Revisão integrativa de literatura realizada nas bases de dados: LILACS, PUBMED, BDENF, SciELO e CINAHL. A busca dos estudos deu-se entre setembro e novembro de 2019, nos idiomas português, inglês ou espanhol, utilizando os termos dos DeCS e MeSH. A seleção dos artigos foi realizada por três pesquisadores e foram extraídas informações: país, ano de publicação, delineamento do estudo, número de pacientes, intervenções, desfechos e nível de evidência científica. Selecionaram-se 10 artigos processados no software IRAMUTEQ® e analisados descritivamente pelo modelo de Reinert. Resultados: Organizaram-se sete classes: Cuidados com o cateter após a hemodiálise; Cuidados com a FAV antes da hemodiálise; Cuidados com a FAV após a hemodiálise; Cuidados para evitar a interrupção do funcionamento da FAV; Autocuidado dos pacientes com a FAV; Cuidados realizados pela equipe de enfermagem; Conhecimento do paciente acerca dos cuidados com a pele e punção da FAV. Conclusão: Identificou-se que os cuidados com os acessos vasculares mais frequentes se relacionam com a fístula arteriovenosa, demonstrando sua grande representatividade no tratamento do paciente com doença renal crônica. A síntese do conhecimento proporcionada nesta revisão foi utilizada para a elaboração de uma cartilha educativa já validada por especialistas e por pacientes que realizam hemodiálise.  

Como citar este artigo: Rocha, Gabriela Araújo; Oliveira, Ana Karoline Lima de; Oliveira, Francisco Gerlai Lima; Rodrigues, Vitória Eduarda Silva; Moura, Antônio Gabriel de Sousa; Sousa, Evelton Barros; Machado, Ana Larissa Gomes. Cuidados com o acesso vascular para hemodiálise: revisão integrativa. Revista Cuidarte. 2020;12(3):e12090. http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.2090       

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Gabriela Araújo Rocha, Universidade Federal do Piauí

Universidade Federal do Piauí. Picos, PI, Brasil.

Ana Karoline Lima de Oliveira, Universidade Federal do Piauí

Universidade Federal do Piauí. Picos, PI, Brasil

Francisco Gerlai Lima Oliveira, Universidade Federal do Piauí

Universidade Federal do Piauí. Picos, PI, Brasil

Vitória Eduarda Silva Rodrigues, Universidade Federal do Piauí

Universidade Federal do Piauí. Picos, PI, Brasil

Antônio Gabriel de Sousa Moura, Universidade Federal do Piauí

Universidade Federal do Piauí. Picos, PI, Brasil

Evelton Barros Sousa, Universidade Federal do Piauí

Universidade Federal do Piauí. Picos, PI, Brasil

Ana Larissa Gomes Machado, Universidade Federal do Piauí

Universidade Federal do Piauí. Picos, PI, Brasil

Citas

Silva AR, Sgnaolin V, Nogueira EL, Loureiro F, Engroff P, Gomes I. Doenças crônicas não transmissíveis e fatores sociodemográficos associados a sintomas de depressão em idosos. J Bras Psiquiatr. 2017; 66(1): 45-51. https://doi.org/10.1590/0047-2085000000149

Malta DC, Bernal RTI, Lima MG, Araújo SSC, Silva MMA, Freitas MIF, et al. Doenças crônicas não transmissíveis e a utilização de serviços de saúde: análise da Pesquisa Nacional de Saúde no Brasil. Rev Saúde Pública. 2017; 51 Suppl 1:4s. https://doi.org/10.1590/s1518-8787.2017051000090

Amaral TLM, Amaral CA, Vasconcellos MTL, Monteiro GTR. Prevalência e fatores associados à doença renal crônica em idosos. Rev Saúde Pública. 2019; 53:44. https://doi.org/10.11606/S1518-8787.2019053000727

Neves PDMM, Sesso RCC, Thomé FS, Lugon JR, Nascimento MM. Inquérito brasileiro de diálise 2019. Braz. J. Nephrol. 2021. Ahead of Print. https://doi.org/10.1590/2175-8239-JBN-2020-0161

Amaral RR, Giacomello CM, Silva DG, Schwantes GC, Paludo L, Ribas CR, et al. Acesso vascular para hemodiálise. Acta Médica. 2018; 39 (1): 269-79. https://ebooks.pucrs.br/edipucrs/acessolivre/periodicos/acta-medica/assets/edicoes/2018-1/arquivos/pdf/22.pdf

Rocha RPF, Pinho DLM. Occurrence of adverse events in public hemodialysis units. Enferm. Glob. 2019; 18(55): 1-34. http://dx.doi.org/10.6018/eglobal.18.3.343361

Fernandes LP, Marins KYM, Carmo HO, Silva SRS, Farias SMC, Clinton FGS. Necessidades de ações educativas-terapêuticas em um serviço de diálise renal no Brasil. Enfermería Nefrológica. 2018; 21(1): 53-61. http://dx.doi.org/10.4321/s2254-28842018000100007

Silva DM, Silva RMCRA, Pereira ER, Ferreira HC, Alcantara VCG, Oliveira FS. The body marked by the arteriovenous fistula: a phenomenological point of view. Rev. Bras. Enferm. 2018; 71(6): 2869-75. http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0898

Magalhães B, Fernandes C, Santos C, Lígia L, Juan Miguel Martinez-Galiano. Autogestão das complicações associadas ao tratamento de quimioterapia: uma scoping review. J Health NPEPS. 2019; 4(2): 370-404. http://dx.doi.org/10.30681/252610103722

Mendes KDS, Silveira RCCP, Galvão CM. Integrative literature review: a research method to incorporate evidence in health care and nursing. Texto Contexto Enferm. 2008; 17(4): 758-64. https://doi.org/10.1590/S0104-07072008000400018

Ercole FF, Melo LS, Alcoforado CLGC. Integrative review versus systematic review. Rev Min Enferm. 2014; 18(1): 9-11. http://www.dx.doi.org/10.5935/1415-2762.20140001

Santos CMC, Pimenta CAM, Nobre Moacyr RC. A estratégia PICO para a construção da questão de pesquisa e busca de evidências. Rev. Latino-Am. Enfermagem. 2007; 15(3): 508-11. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-11692007000300023

Ursi ES. Prevenção de lesões de pele no perioperatório: revisão integrativa de literatura. [dissertação]. Ribeirão Preto: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo. 2005. https://doi.org/10.11606/D.22.2005.tde-18072005-095456

Galvão TF, Pensani TSA, Harrad D. Principais itens para relatar Revisões sistemáticas e Meta-análises: A recomendação PRISMA. Epidemiol. Serv. Saúde. 2015; 24(2): 335-42. https://doi.org/10.5123/S1679-49742015000200017

Melnyk BM, Fineout-Overholt E. Making the case for evidence-based practice. In: Melnyk BM, Fineout-Overholt E. Evidence-based practice in nursing & healthcare. A guide to best practice. Philadelphia: Lippincot Williams & Wilkins; 2005. p. 3-24.

Camargo BV, Justo AM. IRAMUTEQ: um software gratuito para análise de dados textuais. Temas psicol. 2013; 21(2): 513-8. http://dx.doi.org/10.9788/TP2013.2-16

Moreira AGM, Araújo STC, Torchi TS. Preservação da fístula arteriovenosa: ações conjuntas entre enfermagem e cliente. Esc. Anna Nery. 2013; 17(2): 256-62. https://doi.org/10.1590/S1414-81452013000200008

Fernandes EFS, Soares W, Santos TC, Moriya TM, Terçariol CAS, Ferreira V. Fístula arteriovenosa: autocuidado em pacientes com doença renal crônica. Medicina, Ribeirão Preto. 2013; 46(4): 424-8. http://revista.fmrp.usp.br/2013/vol46n4/AO_F%EDstula%20arteriovenos-autocuidado%20em%20pacientes%20com%20doen%E7a%20renal%20cr%F4nica.pdf

Spry LA, Burkart JM, Holcroft C, Mortier L, Glickman JD. Survey of home hemodialysis patients and nursing staff regarding vascular access use and care. Hemodial Int. 2015; 19(2): 225-34. https://doi.org/10.1111/hdi.12211

Lomonte C, Basile C. Preoperative assessment and planning of haemodialysis vascular access. Clin Kidney J. 2015; 8(3): 278-81. https://doi.org/10.1093/ckj/sfv022

Pessoa NRC, Linhares FMP. Pacientes em hemodiálise com fístula arteriovenosa: conhecimento, atitude e prática. Esc Anna Nery. 2015; 19(1): 73-9. https://doi.org/10.5935/1414-8145.20150010

Miller LM, MacRae JM, Kiaii M, Clark E, Dipchand C, Kappel J, et al. Hemodialysis Tunneled Catheter Noninfectious Complications. Can J Kidney Health Dis. 2016; 3: 1-10. https://doi.org/10.1177/2054358116669130

Ramalho Neto JM, Rocha ERSantos, Almeida ARM, Nóbrega MML. Fístula arteriovenosa na perspectiva de pacientes renais crônicos. Enferm. Foco. 2016; 7(1): 37-41. http://revista.portalcofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/663/282

Nogueira FLL, Freitas LR, Cavalcante NS, Pennafort VPS. Percepção do paciente renal crônico acerca dos cuidados com acessos para hemodiálise. Cogitare Enferm. 2016; 21(3): 1-8. http://dx.doi.org/10.5380/ce.v21i3.45628

Qin HY, Jia P, Liu H. Nursing Strategies for Patients with Chronic Renal Failure Undergoing Maintenance Hemodialysis Treatment by Arteriovenous. Iran J Public Health. 2016; 45 (10): 1270-75. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5149490/

Clementino DC, Souza AMQ, Barros DCC, Carvalho DMA, Santos CR, Fraga SN. Pacientes em hemodiálise: importância do autocuidado com a fístula arteriovenosa. Rev. enferm. UFPE on line. 2018; 12(7): 1841-52. https://doi.org/10.5205/1981-8963-v12i7a234970p1841-1852-2018

Gonçalves LM, Cunha LP, Silva FVC, Pires AS, Azevedo AL, Silva PS. Cuidados de enfermagem a clientes com fistula arteriovenosa: uma revisão integrativa da literatura. Rev Fun Care Online. 2020; 12: 462-67. http://seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/8515/pdf

Iqbal QTA, Shareef A, Afzal A, Ashraf S. Arteriovenous Fistula Care; Knowledge, Attitude and Practice in ESRD Patients on Hemodialysis. Prof. med. j. (Online). 2018; 29(9): 1426-31. http://www.theprofesional.com/index.php/tpmj/article/view/149/104

Dias EC, Silva NA, Maia SF, Morais F, Silva RSS, Oliveira LS. Avaliação dos índices de infecção relacionados ao cateter duplo lúmen para hemodiálise antes e após orientação para o autocuidado. UNINGÁ Rev. 2017; 53(2): 18-25. http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/1443.

Freitas L, Pennafort V, Mendonça AE, Pinto FJ, Aguiar L, Studart RM. Cartilha para o paciente em diálise renal: cuidados com cateteres venosos centrais e fístula arteriovenosa. Rev. Bras. Enferm. 2019; 72(4): 947-53 https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0131

Santos J, Amaral M, Loreto R. Atuação do enfermeiro no cuidado da fístula arteriovenosa em tratamentos hemodialíticos. Rev. Fac Mais. 2017; 9(2): 12-26. https://revistacientifica.facmais.com.br/wp-content/uploads/2017/09/1.-Atua%C3%A7%C3%A3o-do-Enfermeiro-no-Cuidado-da-F%C3%ADstula-Arteriovenosa-em-Tratamentos-Hemodial%C3%ADticos.pdf

Castro MC, Carlquist FT, Silva C, Xagoraris M, Centeno JR, Souza JA. Canulação do acesso vascular em pacientes em hemodiálise: abordagem técnica. Rev. Braz. J. Nephrol. 2020; 42(1): 38-46. https://doi.org/10.1590/2175-8239-jbn-2019-0031

Carvalho JL, Luna AA, Souza PA, et al. Fatores de risco para pacientes com falência recorrente de fístula arteriovenosa. Rev Fund Care Online. 2019; 11(5): 1188-93. http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2019.v11i5.1188-1193

Santana NF, Nobre VNN, Luz LKT. Self-care with arteriovenosa fistula in substitute renaltherapy. Rev Recien. 2019; 26(9): 60-7. https://www.recien.com.br/index.php/Recien/article/view/290/pdf

Pessoa N, Lima LH, Santos G, Frazão CM, Sousa C, Ramos V. Self-care actions for the maintenance of the arteriovenous fistula: An integrative review. Rev. Inter. J. Nurs. Sciences. 2020; 7(3): 369-77. https://doi.org/10.1016/j.ijnss.2020.06.007

Bettoni LC, Ottaviani AC, Orlandi FS. Relação entre autocuidado e sintomas depressivos e ansiosos de indivíduos em tratamento hemodialítico. Rev. R. Enf. Nord. 2017; 18(2): 1-10. https://www.redalyc.org/jatsRepo/3240/324051258006/324051258006.pdf

Zica DS. Manual educativo sobre cuidados com acesso vascular para hemodiálise [dissertação]. Pouso Alegre: Universidade do Vale do Sapucaí – Univás, 2016. https://www.univas.edu.br/Egressos_Web/37.pdf

Stumm EMF, Kirchner RM, Guido LA, Benetti ERR, Belasco AGS, Sesso RCC, et al. Educational nursing intervention to reduce the hyperphosphatemia in patients on hemodialysis. Rev Bras Enferm. 2017; 70(1): 26-33. http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0015

Publicado
2021-09-28
Cómo citar
1.
Araújo Rocha G, Oliveira AKL de, Oliveira FGL, Rodrigues VES, Moura AG de S, Sousa EB, Machado ALG. Cuidados com o acesso vascular para hemodiálise: revisão integrativa. Rev Cuid [Internet]. 28 de septiembre de 2021 [citado 23 de octubre de 2021];12(3). Disponible en: https://revistas.udes.edu.co/cuidarte/article/view/2090
Sección
Artículos de Revisión