Percepções de enfermeiros sobre a assistência ao paciente em cuidados paliativos

Palabras clave: Percepção, Cuidados Paliativos, Enfermeiro

Resumen

Introdução: baseada em uma visão holística do ser humano, os cuidados paliativos, tem como filosofia valorizar a vida e enxergar a morte como um processo natural. Objetivo: compreender as percepções de Enfermeiros na assistência ao paciente em cuidados paliativos. Materiais e Método: estudo transversal, exploratório descritivo, com abordagem qualitativa que objetivou compreender o fenômeno do cuidado paliativo na percepção dos profissionais envolvidos. Resultados: Após análise dos discursos dos participantes, com base no objetivo e na semelhança das respostas, emergiram seis categorias temáticas: Cuidado Humanizado, Liderança, Sentimentos, Família, Cuidado Paliativo e Conforto. Conclusão: Os profissionais apontaram como fundamental, a participação dos familiares e as habilidades adquiridas na experiência vivida, a ressignificação diária, bem como suas limitações, contribuíram para compreensão do processo de cuidar e viver humano, minimizando o sofrimento resultante de doenças terminais.

Como citar este artigo: Brochado Roberta da Costa; Unicovsky Margarita Ana Rubin; Riegel Fernando; Nascimento Vagner Ferreira do. Percepções de enfermeiros sobre a assistência ao paciente em cuidados paliativos. Revista Cuidarte. 2022;13(3):e2240. http://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.2240

Biografía del autor/a

Roberta Brochado da Costa, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Acadêmica do Curso de Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Margarita Ana Rubin Unicovsky, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS)

Enfermeira, Doutora em Gerontologia Biomédica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Professora Associada do Departamento de Enfermagem Médico Cirúrgica (DEMC) da Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Porto Alegre, Brasil.

Fernando Riegel, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Enfermeiro, Pós-Doutor em Enfermagem (UFSC). Doutor em Enfermagem pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professor Adjunto do Departamento de Enfermagem Médico Cirúrgica (DEMC) e Professor Colaborador do Programa de Pós-graduação da Escola de Enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Porto Alegre, Brasil.

Vagner Ferreira do Nascimento, Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT)

Enfermeiro, Doutor em Bioética (Centro Universitário São Camilo). Docente Assistente do Curso de Enfermagem da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT). Campus Universtiário de Tangará da Serra. Porto Alegre, Brasil.

Referencias

Pessini L. Lidando com pedidos de eutanásia: a inserção do filtro paliativo. Rev Bioética. 2010; 18(3):549-60. https://revistabioetica.cfm.org.br/index.php/revista_bioetica/article/download/584/590

Melo GA, Caponero R. Cuidados paliativos: abordagem contínua e integral. In: Santos FS, organizador. Cuidados paliativos: discutindo a vida, a morte e o morrer. São Paulo: Atheneu. 2009. https://www.amazon.com.br/Cuidados-Paliativos-Discutindo-Morte-Morrer/dp/8538800558

Melo GA, Caponero R. O futuro dos cuidados paliativos. In Santos FS. Cuidados Paliativos: diretrizes, humanização, alívio de sintomas. São Paulo: Atheneu. 2011. https://www.amazon.com.br/Cuidados-Paliativos-Diretrizez-Humaniza%C3%A7%C3%A3o-Sintomas/dp/8538801589

Davies E, Higginson, IJ. Palliative care: the solid facts. Copenhagen: WHO. 2004. https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/107561/9789289010917-eng.pdf?sequence=1&isAllowed=y

Polit DF, Beck CT. Fundamentos de pesquisa em enfermagem: avaliação de evidências para a prática de enfermagem. Porto Alegre: Artmed. 2018. https://www.amazon.com.br/Fundamentos-Pesquisa-Enfermagem-Avalia%C3%A7%C3%A3o-Evid%C3%AAncias/dp/8582714890?asin=B07HQJ5468&revisionId=&format=2&depth=1

Hospital de Clínicas de Porto Alegre – RS. Unidade Álvaro Alvim. Hospital de clinicas de Porto Alegre. https://www.hcpa.edu.br/assistencia-servicos-de-enfermagem-enfermagem-em-adicao

Bardin L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições.70. 2011.

Figueiredo MCCM, Ferreira TN, de Almeida FCA, Araújo AM, Araújo PE, de Souza KB, et al. Cuidado humanizado ao paciente crítico: uma revisão integrativa. RSC online. 2018; 7(1): 94-101. https://rsc.revistas.ufcg.edu.br/index.php/rsc/article/view/84

Machado JH, da Silveira RS, Lunardi VL, Fernandes GFM, Gonçalves NGC, Prestes RC. Paciente que requer cuidado paliativo: percepção de enfermeiras. Enferm Foco. 2015; 4(2):102-105. http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/534/217

Barbosa NA, do Nascimento IA, de Carvalho MJ, Aoyama EA, Lima RN. A importância da assistência humanizada prestada pelo enfermeiro nos cuidados paliativos ao paciente oncológico terminal. Rev Bras Interdisc Saúde. 2019; 1(4): 92-96. https://revistarebis.rebis.com.br/index.php/rebis/article/view/58

Ferreira GE, Dall'Agnol CM, Porto AR. Repercussões da proatividade no gerenciamento do cuidado: Percepções de enfermeiros. Esc Anna Nery. 2016; 20(3):e20160057. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452016000300202&lng=en.

Costa SD, da Silva PLN, Gonçalves RPF, Soares LM, Filho WA, Souto SGT. O exercício da liderança e seus desafios na prática do Enfermeiro. J Manag Prim Health Care. 2017; 8(1):49-5. https://www.jmphc.com.br/jmphc/article/view/257

Sobrinho AB, Bernardo JMS, Alexandre ACS, Leite-Salgueiro CDB, de Oliveira VL. Liderança do Enfermeiro: Reflexões Sobre o Papel do Enfermeiro no Contexto Hospitalar. Id on Line Rev Mult. Psic. 2018; 12(41): 693-710, 2018. https://idonline.emnuvens.com.br/id/article/viewFile/1238/1851

Santos GM et al. A enfermagem nos cuidados paliativos: um olhar para os profissionais. Rev multidisc Uni São Jose. 2019; 13(1):3-12. http://www.cnad.edu.br/revista-ciencia-atual/index.php/cafsj/article/view/357

Mota MS, Gomes GC, Coelho MF, Lunardi Filho WD, Sousa LD de. Reações e sentimentos de profissionais da enfermagem frente à morte dos pacientes sob seus cuidados. Rev Gaúcha Enferm. 2011; 32(1):129-135. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-14472011000100017&lng=en

Melo AA, de Oliveira AA, da Silva APJ, Aoyama EA, Farias FC. Resiliência da equipe de enfermagem diante do paciente oncológico terminal. Rev Bras Interdisc Saúde. 2020; 2(1):59-64. https://revistarebis.rebis.com.br/index.php/rebis/article/view/71/65

Alencar DC, Carvalho AT, Macedo RL, Amorim AMNE, Martins AKL, Gouveia MTO. Sentimentos de enfermeiros que atuam junto a pacientes com câncer em fase terminal. Rev Fun Care Online. 2017; 9(4): 1015–1020. http://www.seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/5725/pdf

Bastos RA, Quintana AM, Carnevale F. Angústias Psicológicas Vivenciadas por Enfermeiros no Trabalho com Pacientes em Processo de Morte: Estudo Clínico-Qualitativo. Trends in Psychology. 2018; 26(2):795-805. https://doi.org/10.9788/tp2018.2-10pt

Hudson PL. How well do family caregivers cope after caring for a relative with advanced disease and how can health professionals enhance their support? J Palliat Med. 2006; 9(3):694-703. https://www.liebertpub.com/doi/10.1089/jpm.2006.9.694

Carbogim FC, Pereira RZA, Luiz FS, Andrade RO, Tony ACC, Paiva ACPC. Enfrentamento de familiares de pacientes em tratamento oncológico. Rev Enferm Atenção Saúde. 2019; 8(1):51-60. https://doi.org/10.18554/reas.v8i1.3409

Kovács, Maria Julia. Educação para a morte. Psi Ciênc Prof. 2005; 25(3):484-497. https://doi.org/10.1590/S1414-98932005000300012

Xavier SS, dos Anjo KF, Sampaio KCP, Mochizuki AB, Santos VC. Cuidado humanizado do enfermeiro ao paciente oncológico fora de possibilidade de cura. Saúde.com. 2017; 13(4). https://periodicos2.uesb.br/index.php/rsc/article/view/3616

Alves RSF, Cunha ECN, Santos GC, Melo MO. Cuidados Paliativos: Alternativa para o Cuidado Essencial no Fim da Vida. Psi Ciênc Prof. 2019; 39: e185734. https://doi.org/10.1590/1982-3703003185734

Oliveira IC, Gomes P, dos Santos EA, Girão MMF, de Oliveira EG, do Carmo FA, de Oliveira IC. Cuidados paliativos e espiritualidade no Sistema Único de Saúde: Uma Revisão sistemática da literatura. Rev. Mult. Psic. 2019; 13(45): 405-419. https://idonline.emnuvens.com.br/id/article/download/1739/2527

Dias LV, Viegas AC, Muniz RM, Cardoso DH, Amaral DED, Carniére CM. Cuidados paliativos oncológicos: visão de familiares de pacientes acompanhados por uma equipe de consultoria. J Health NPEPS. 2021; 6(2):137-150. https://periodicos.unemat.br/index.php/jhnpeps/article/view/5561

Vasconcellos SA, Viegas AC, Muniz RM, Cardoso DH, Azevedo NA, Amaral DED. Experiências vividas por enfermeiros sobre os cuidados paliativos no ambiente domiciliar. J Health NPEPS. 2020; 5(2):274-290. https://periodicos.unemat.br/index.php/jhnpeps/article/view/4728

Oliveira Júnior NJ, Oliveira SBS, Migowski ER, Riegel F. O papel da enfermagem no tratamento não farmacológico da dor de pacientes oncológicos. Rev dor. 2017; 18(3):261-265. http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-00132017000300261&lng=en

Souza SA, Santos PMP, Ferreira LEN. Musicoterapia como instrumento de conforto para o paciente oncológico: revisão integrativa da literatura. Rev saúde UNG-SER. 2018; 12(1):3-4. http://revistas.ung.br/index.php/saude/article/view/3596/2675

Publicado
2022-08-31
Cómo citar
1.
Brochado da Costa R, Rubin Unicovsky MA, Riegel F, Ferreira do Nascimento V. Percepções de enfermeiros sobre a assistência ao paciente em cuidados paliativos . Rev Cuid [Internet]. 31 de agosto de 2022 [citado 25 de septiembre de 2022];13(3). Disponible en: https://revistas.udes.edu.co/cuidarte/article/view/2240
Sección
Artículos de Investigación

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.